domingo, janeiro 20, 2013

Um pouco de mim - Desabafo

É preciso praticar um pouco de desapego a esses humanos. Pior dos animais. Praticam a carnificina da alma alheia. Relacionamentos - seja de qualquer tipo - podem fazer isso. Ferimentos internos que nunca serão cicatrizados, talvez esquecidos, mas que, um dia, será lembrado e voltará a doer. Dores que vêm de todos os círculos. A pior de todas as dores é perceber que a pessoa que te gerou, conhece-te menos que aquele amigo que conhecestes na praça tomando vinho. Não percebe tuas angustias e necessidades, e quando precisas não tem sua confiança. É a família. 
De não saber domar a língua ( essa maldita que só faz merda em companhia de um cérebro agitado e ansioso) machuca inconscientemente.Não tenho essas intenções (não na maioria das vezes). Sei que sou uma pessoa má. O mundo me fez assim. As situações me fizeram assim, Simplismente não posso agradar a todos nem posar de santo recalcado numa familia grande e feliz. Desculpa sociedade,

Um comentário:

Leonaira Morgana disse...

Tentando aprender a não construir expectativas sobre nada e ninguém.